Projeto vida Saudável: Evolução abdômen ( antes e depois)


Já faz tempo que não posto nada da serie do meu antes e depois, hoje como foi dia da temida balança e de medir porcentagem de gordura da pior parte e mais difícil na minha opinião de conseguir definição :Abdômen

Obvio que ainda to meio barrigudinha…rs…, mas fiz questão de postar para mostrar como é possível sim com persistência e uma alimentação equilibrada ir conquistando o abdômen dos seus sonhos, pro meu ainda faltaaaaa muito, mas para quem escutava que só operação plastica resolvia…rs…, to no caminho, mas sem brincadeira  já to começando a ver os resultados e chegando a conclusão que todo sacrifício e vale a pena…Então para vc que está sentada só sonhando como eu fazia, como diz a Ana Maria Braga: Acorda Menina!!!! Só depende de você! Vamos aproveitar esse inicio de ano que a energia tá  saindo por todos os poros para provar que você é capaz…basta querer, acreditar e ter foco…não deixa para amanha!!!! E uma coisa muito importante de salientar é que a gordura abdominal é uma das mais perigosas para saúde.

Algumas sinais que você deve ficar atenta:

*fonte de consulta revista Isto é.

A obesidade abdominal é um dos fatores de risco para diversas morbidades. Existe dois tipos de gordura abdominal, a subcutânea, que se localiza a frente dos músculos abdominais, e a visceral, que se acumula entre as alças intestinais e órgãos internos como o fígado.

Ambas apresentam riscos a saúde, mas estudos comprovam que a visceral é a mais perigosa. O cardiologista do Hospital e Maternidade São Cristóvão, Fúlvio J. Barbato Junior explica os perigos da gordura abdominal e porque ela aumenta os riscos de doenças como a diabetes, por exemplo.

A gordura localizada no abdômen é considerada um fator de alto risco para diversas morbidades e se encontra associada a efeitos deletérios tais como: “Níveis altos de triglicerídeos, baixos níveis do bom colesterol (HDL), resistência à ação da insulina e consequente elevação dos níveis glicêmicos (Diabetes), aumento da gordura hepática, prejudicando a formação de hormônios, vitaminas e substâncias que atuam no metabolismo das gorduras, e também hipertensão arterial como consequência do aumento da viscosidade do sangue são exemplos do que esta gordura pode causar no organismo”, explica o cardiologista.

E completa, “Desta forma, o acúmulo de gordura visceral é considerado um dos principais fatores de risco para doenças cardiovasculares como o infarto do miocárdio e o AVC, porque o excesso de gorduras circulantes promovem o espessamento das artérias, com formação de placas de gordura que podem se desprender e obstruir os vasos, esclarece o especialista.

Para saber se a gordura abdominal está comprometendo sua saúde, o cardiologista orienta: “Meça sua cintura com uma fita métrica. Para as mulheres o ideal é que não ultrapasse os 88cm, e os homens 102cm. Caso exceda, existe um risco para desenvolver os males relacionados a este tipo de gordura, e é indicado ficar alerta e buscar a redução por meio de dieta e exercícios”.

Image

 

Da lateral infelizmente não tenho antes e depois. Essa é a atual.

Image

 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s